quarta-feira, novembro 10, 2010

Programação para o dia da Bíblia











PASTAS PARA TRABALHOS INFANTIS

Esta quase chegando ao final do ano, e aí vai algumas idéias para você aproveitar e fazer a pasta onde colocar os trabalhos que suas crianças fizeram.

Modelo Sacola


Modelo pasta decorada


Modelo que você pode imprimir e colar num envelope grande.

TV PARA CONTAR HISTÓRIAS

É muito simples de fazer, é um recurso para que suas aulas sejam mais dinâmicas.

terça-feira, novembro 02, 2010

Eu Sou Ovelha - Vaneyse - Pelo Brasil.wmv

''Ei pare agora e leia isso''

Professora de crianças, recreadora, babá, o que sou ????

Neste início de século, nos deparamos com um dilema bem antigo e ao mesmo tempo tão atual. Ministério com crianças na igreja. O professor da escola Bíblica Dominical ou a tia do cultinho, ou a mãe que ajuda a cuidar das crianças durante o culto. 'Alguém' para 'cuidar' das 'crianças'. Quantos professores e em tantas igrejas, não sabem ao certo o que são, porque estão exercendo tal função, ou quem me chamou para estar ali?

A alta rotatividade de professores nas extensas escalas semanais, a desistência inesperada de muitos professores, o abandono da classe de repente, o desânimo constante, a auto valorização deteriorada, o desespero da liderança infantil, nos indica que algo não vai muito bem.

Porque a grande maioria dos cristãos e muitos líderes das igrejas evangélicas não acreditam que para o trabalho com crianças é necessário ser chamado, capacitado e ungido por Deus para esta obra.

Não ouvimos claramente, mas as ações nos revelam tal descaso com a vida dos pequeninos em nossas igrejas atualmente, não há preparo dos professores, não há investimento na liderança e professores do ministério infantil, ou seja, o evangelismo, o ensino e discipulado com crianças atualmente não é levado a sério, não anda em sintonia com a vontade e o coração do Pai.

Quem trabalha com crianças na igreja ou em qualquer outro lugar, primeiramente necessita de um queimar no seu coração pois é chamado por Cristo para este ministério. Não é uma ocupação domingueira, não é uma falta de opção e sim um compromisso com vidas infantis, um ministro de Deus para pastorear e formar espiritualmente esta geração. Tenho presenciado o descaso com este ministério nestes dias, o coração de Deus está dolorido de ver tantas crianças sofrendo , famintas dentro e fora de muitas igrejas, não estão nas mãos de servos compromissados, preparados e chamados por Deus para este ministério.

É preciso urgentemente resgatar o chamado para esta obra, creio que você já ouviu algumas destas frases:

'Estamos precisando de irmãos para ajudar com as crianças'.

'Alguém pode ajudar pelo menos uma vez no mês, com as crianças'?

'Eu ainda não sei qual o meu chamado, por enquanto sou professora de crianças'.

'Só entro na escala mensal, não posso 'perder' o culto!

'Somos poucos ninguém quer 'ficar com as crianças'.

'Se você não tem nada para fazer na igreja, venha ajudar a 'cuidar' das crianças'.

Abramos o nosso coração para receber de Deus o verdadeiro chamado ministerial com crianças, Deus está a procura de servos e servas dispostos a cumprir com amor e seriedade este chamado, que para Deus, não é inferior a qualquer outro ministério, pelo contrário, quem não se tornar como um destes pequeninos , não entrará no Reino dos céus, eis a nossa referência, as crianças são preciosas para Deus, não serve qualquer um para ser ministro na vida dos seus pequeninos, tem que ser um ungido do Senhor.

AUTORA: CLAUDIA GUIMARÃES.

domingo, outubro 31, 2010

NÃO AO HALLOWEEN!


31 de Outubro é dia de festa do Halloween? Não!

No dia 31 de outubro, quando em toda parte as pessoas vão falar de bruxas e de feitiçarias e de superstição, coisas estas que Deus condena e abomina, que tal a gente falar a verdade, mostrar o erro, e dizer Não ao Halloween?
Que tal fazer um outro tipo de festa?
Sabe o que podemos comemorar no dia 31 de outubro?
Pois é! O Dia da Reforma Protestante!
Durante milhares de anos as pessoas viviam presas no engano da religião. A igreja católica romana vendia indulgência. As pessoas conseguiam o perdão por meio de pagamento em dinheiro. A Bíblia era proibida de ser lida pelo povo. A ignorância espiritual era absoluta. Deus levantou um homem, chamado Martinho Lutero, que protestou contra tudo isto, mesmo com o risco de perder a sua própria vida.
Foi no dia 31 de Outubro que Martinho Lutero expôs seus pensamentos, rompeu com a religião romana e provocou uma mudança extraordinária. Depois dele, a Bíblia foi colocada na mão de todos. Cada um pode chegar à presença de Deus sem a necessidade de um sacerdote. O que vale é o que está escrito na Palavra de Deus. O que importa agora, não é o que a igreja diz, mas o que Deus diz.

Se há algo que precisamos resgatar é o de ser protestante. PROTESTAR CONTRA O ERRO, CONTRA A IGNORÂNCIA, CONTRA A SUPERSTIÇÃO, CONTRA A MENTIRA, CONTRA O PECADO.

Dia do Halloween. Vamos PROTESTAR CONTRA O HALLOWEEN!

Vamos avisar a todos os nossos amigos que comemorar o dia do Halloween não está com nada e desagrada a Deus. O Halloween é uma abominação diante de Deus!

Vamos avisar a todos os nossos amigos que há uma festa no céu quando o pecador se arrepende de seus pecados e confia em Jesus.

Diga Não ao Halloween! E sim ao que agrada a Deus!

sábado, outubro 30, 2010

Como fazer um culto infantil mais dinâmico?

Decida um formato

É necesário ter um pouco de rotina: ajuda as crianças a se sentirem à vontade e anteciparem o que vem depois. Mas, você não precisa ser rígido, nem fazer exatamente a mesma coisa todas as aulas. Varie as brincadeiras, músicas, tenha datas especiais com uma estrutura de atividades
completamente diferente. Por exemplo, o seu formato básico poderia ser assim:

Cumprimentos: diga “Bom Dia! Olá! Como vai?”. Cumprimente cada criança pelo nome, sorria, demonstre prazer em recebê-las. Você pode fazer uma chamada como na escola, mas ao invés de cada criança dizer ‘presente’, para cada dia você terá um tema “hoje quando eu chamar o seu nome, você vai me dizer a sua cor favorita”. Ou você pode ter um quadro onde cada um cola um adesivo ao chegar.

Música: intercale cantos conhecidos com outros novos (se você só usa cantos novos, as crianças se sentem frustradas; se você só usa os mesmos, fica cansativo. Intercalar cantos que conhecidos com um ou dois novos, é mais interativo).

Oração: é importante que as crianças se habituem a orar. Alterne: as vezes um adulto ora; às vezes uma ou mais crianças oram. Faça orações em círculo, de mãos dadas; individuais, cada um na sua; em silêncio ou em voz alta. Introdução ao tema: pode ser uma música, uma brincadeira, uma conversa… Mostre algum objeto que irá aparecer na história, pergunte sobre as experiências das crianças sobre o tema da história (por ex.: quem já foi pescar? no dia em que você vai falar da pesca maravilhosa)

Tema: pode ser por dia ou pode ser um tema por mês/bimestre com várias histórias e atividades interligadas. É muito importante que você escolha uma forma apenas para apresentar o tema: Conte a história ou faça um jogo ou dinâmica, etc… Depois que você aprensentar o tema, dê uma chance as crianças de responderem, assimilarem, trabalharem por si mesmas o conteúdo. Isso pode ser uma conversa ou como descrito abaixo. Resposta ao tema: pode ser arte, trabalho escrito, jogo. Dê oportunidade às crianças para que recontem a história nas suas próprias palavras ou de que respondam ao tema com expressão artística.

Encerramento: com oração, bênção e envio. Você precisa terminar o dia; é muito importante dar um fim claro às atividades, demonstra respeito, não só a Deus e às atividades que você preparou como às crianças.

Despedida: Faça deste um momento agradável e informal. É neste momento que você conversa com os pais, diz a eles o que os filhos fizeram durante o dia, elogia um bom comportamento e a participação. Dê uma atenção também as crianças, diga que você gostou que elas vieram e que gostaria de vê-los novamente no próximo domingo. Quem sabe algumas vezes você prepara um suco com biscoitinhos e promove um rápido papo para integração das famílias.
Varie!

SUGESTÕES

  • Faça um jogo para ver se todos sabem os nomes uns dos outros;
  • Traga instrumentos musicais para as crianças acompanharem o canto (chocalhos, triângulos e coquinhos todos podem usar);
  • Traga um CD com o playback das músicas ou com a história do dia;
  • Conte a história usando fantoches; usando flanelógrafo; usando objetos; usando livro; outra só com a sua voz e gestos. Monte um teatro, jogral ou encenação (com as crianças ou com os pais e avós para contar a história);
  • Não conte história alguma: faça uma dinâmica de grupo ou brincadeira que leve as crianças a pensar sobre o tema do dia ou sobre o que o texto bíblico quer dizer (isso funciona melhor com crianças acima dos 8 anos);
  • Promova uma festa, talvez com os pais junto. (faça uma Noite do Pijama convide as crianças para uma atividade de 2 dias (sábado e domingo) num local onde dê para acomodá-las, levarem colchonetes para dormirem, com alguns pais e voluntários para tomar conta, providenciar lá mesmo: café da manhã, almoço, lanche e jantar e de lá sair para irem embora direto para o culto de domingo na igreja);
  • Convide as criancas para orarem; Dê diretrizes: cada um vai falar ‘obrigada por…’ e depois ‘Deus abençôe…’). Envolva as crianças na bênção: existem inúmeras cantigas simples e versinhos, como: “Deus te abençôe” – cada um coloca a mão sobre a cabeça do vizinho; “Deus te proteja” – cada um coloca a mão sobre os ombros do vizinho; “Deus te dê a paz” – as pessoas se abraçam (se estiver fazendo isto em círculo, é só passar o braço na cintura do vizinho e espremer o círculo em direçãoo ao centro);
  • Saia da sala de aula. Vá para o jardim (cuidado que é mais dificil manter a atenção!) ou para a igreja, ou mesmo para a cozinha (desde que não esteja sendo usada para mais nada).
Vá com calma!

Não adianta querer usar todas as sugestões acima no mesmo dia. Escolha uma para cada encontro, ou escolha uma por mês para experimentar. Use aquelas que você gostar com mais frequência, mas não tenha medo de testar uma ou outra novidade.

Divida o trabalho, sempre tem talentosos perto de você.

Faça um “banco de talentos” – descubra o que as pessoas gostam de fazer. Num grupo de professores, tem excelentes musicistas, tem boas contadoras de histórias, tem uma voz doce que sempre acalma aquela criança que está chorando e as mais jovens tem energia para correr e brincar! Faça um rodízio entre as pessoas, se você trabalha em duplas, tente alternar as duplas. Descubra também outras pessoas que podem ajudar neste departamento. Pode até ter um senhor que poderá fazer uma boa reforma nas cadeiras pequenas e mesa. Um artesão ou artesã que poderá fazer um flanelógrafo (velcrômetro) ou um palco para fantoches, fantoches de materiais reciclados e outra pessoa poderá trazer e cuidar das plantas em frente às salas de aula.

Ore, ore, ore…

domingo, outubro 24, 2010

Auto-Avaliação do Professor de Escolinha Dominical

Suas atitudes, decisões e ações em sala de aula são essenciais para criar um ambiente agradável e motivador.

Ao responder com a máxima honestidade esse teste, você vai descobrir:

Se está colocando lenha na fogueira da motivação dos alunos ou despejando baldes de água fria.

ATENÇÃO: Assinale, no máximo, duas alternativas em cada questão, com exceção do item 4, no qual você poderá escolher todas as alternativas verdadeiras para o seu caso. Ao final, consulte o gabarito, some os pontos que você fez e veja em qual faixa você se encontra.

1 - A aula vai começar. Assinale a frase que melhor traduz o que primeiro vem à sua mente.
a -"Será que vou ter forças para sobreviver até o final do semestre nessa Escola Dominical ?"
b - "Não vou tolerar aluno bancando o engraçadinho na sala de aula. Se eles querem guerra, então vão ter!"
c - "Tomara que esta semana seja bem melhor que a anterior."
d - "Preparei um monte de desafios interessantes para as próximas aulas. Estou orando para que eles gostem.

2 - Marque os comentários que mais correspondem ao que você, em geral, sente por seus alunos.
a - "Gostaria que fossem para outra igreja."
b - "A maioria é boa, mas alguns não querem nada com nada."
c - "São muito diferentes, fazem coisas que às vezes me emocionam e outras me entristessem, mas gosto muito de todos eles".
d - "Procuro compreendê-los."

3 - Assinale as afirmações que você poderia fazer , em relação ao conteúdo que ministra.
a - "Domino completamente o conteúdo e a metodologia e não preciso aprender mais.
b - "Estou sempre interessada em aprender e aperfeiçoar o domínio do conteúdo e da metodologia.
c - "Muitas vezes preciso ensinar coisas que estão no programa que não tenho interesse e não sei qual a aplicação na vida real.

4 - Assinale todas as afirmações que você poderia fazer em relação às suas atitudes durante as aulas.
a - Procuro estimular os alunos a participarem da aula.
b - Estou sempre disposto(a) a ajudar.
c - Tenho dificuldades em criar um ambiente descontraído.
d - Faço com que os alunos compreendam que errar faz parte da aprendizagem.
e - Não costumo aceitar decisões da classe.
f - Antes de dar a minha opinião, escuto as dos alunos.
g - Na maior parte do tempo, a palavra está comigo. Raramente faço perguntas, desafio os alunos com problemas ou os estimulo a agir.

5 - O que você sabe sobre os seus alunos ?
a - O nome dos que mais se destacam.
b - Características gerais, como nível sócio-econômico e cultural das famílias.
c - Seus principais interesses, sonhos e preocupações.

6 – Um irmão conta que, antes de iniciar a aula, reserva alguns minutos para uma "roda de testemunho", para que os alunos tenham a oportunidade de contar o que o Senhor fez na vida deles durante a semana. Você:
a - pensa : "Quanta perda de tempo! Desse jeito nunca vai conseguir ministrar todo o conteúdo".
b - pergunta: "E qual o objetivo disso, em relação ao conteúdo?
c - pergunta: "E como você utiliza, na sua aula, as informações que os alunos trazem para essa roda de testemunhos?".

7 - Você vai começar a trabalhar um novo tema com os alunos. Como procede?
a - Explico o assunto da forma mais clara possível.
b - Faço perguntas para descobrir o que os alunos já sabem sobre o assunto.
c - Procuro relacionar o assunto com a vida cotidiana e com os interesses da turma.

8 - Assinale o tipo de estratégia que você mais freqüentemente utiliza em sala de aula.
a - Exposições orais, cópias e ditados.
b - Trabalhos em grupo e estudos dirigidos.
c - Projetos que encorajam os alunos a resolver problemas e/ou a fazer algo interessante, utilizando os conhecimentos adquiridos.

9 - Ao entrar na sala, você percebe que o ambiente está sujo e desarrumado. Que atitude toma ?
a - Nenhuma. O importante é começar a aula o quanto antes.
b - Chama alguém da superintendência ou o responsável pelo setor para mostrar o estado deplorável da sala e tomar providências.
c - Pergunta aos alunos o que aconteceu e, depois de ouvi-los, rapidamente organiza com eles o espaço.

10 - Assinale os recursos que estão à disposição dos alunos e que você utiliza regularmente.
a - Quadro negro e giz.
b – Bíblias e outros materiais diferentes, incluindo joguinhos bíblicos e materias de sucata ou para montar.
c - Livros, dicionários, jornais e revistas.

11 - Você utiliza os resultados das avaliações:
a - verificando quais alunos estão com desempenho abaixo da média e providenciando medidas de recuperação.
b - elogiando os melhores alunos e deixando bem claro aos demais o quanto são incapazes.
c - mostrando o quanto os alunos avançaram e convidando-os a comparar os resultados obtidos com as metas estabelecidas.

GABARITO E RESULTADO
Q.:A B C D E F G
01 0 0 1 2
02 0 0 2 1
03 0 1 0
04 1 1 0 1 0 1 0
05 0 1 2
06 0 1 1
07 0 1 2
08 0 1 2
09 0 1 2
10 0 2 1
11 1 0 2

Resultados:

Menos de 13 pontos: Água Gelada: Alerta vermelho! A desmotivação está colocando em perigo sua realização pessoal e a aprendizagem dos alunos.

Entre 14 e 21 pontos: Vento na Fogueira: Você faz o possível para estar atento às necessidades dos alunos e apresentar a eles objetivos e tarefas que lhes permitam satisfazê-las.

Mais de 21 pontos: Gasolina Pura: Parabéns! Você ama o que faz, e seus alunos estão descobrindo o prazer de nunca perder a motivação de aprender.

domingo, agosto 29, 2010

AULA DINÂMICA

Todo domingo é alegre quando estamos na escola Dominical. Torne isto real, recebendo os alunos com muita alegria e disposição, dando especial atenção para os visitantes e aniversariantes da semana.
Para que haja uma boa receptividade e os alunos se sintam bem, alguns princípios básicos devem ser observados todos os domingos:
  1. Chegue cedo para organizar o ambiente;
  2. Conforme os alunos forem chegando, demonstre interesse por tudo aquilo que fizeram na semana que passou;
  3. Dê atenção a todos, principalmente aos visitantes;
  4. Relembre o que foi ministrado na última aula fazendo perguntas sobre o que lhes foi ensinado (Este momento não deve ultrapassar cinco minutos);
  5. Solicite que um aluno faça uma oração de agradecimento pelo dia e pela presença de cada um;
  6. Apresente um louvor no varal e convide dois alunos para virem à frente cantar, fazendo gestos com toda a classe. Aproveite para recolher as ofertas;
  7. Depois, acomode-os para o momento da oração. Incentive-os a fazerem seus pedidos. Prepare um “ amigo secreto” de oração, para que orem uns pelos outros durante a semana.

PLANEJAMENTO DA AULA

Para que tenha sucesso na execução de sua aula, não deixe de planejar. O planejamento permite-lhe organizar as atividades e evitar o desperdício de tempo. Contudo, não se esqueça: todo planejamento deve ser flexível e poderá sofrer alterações de acordo com o interesse de sua classe.
  • Esta é mais uma oportunidade que Deus lhe concede de ensinar a mensagem mais importante da terra. Por isso , comece a preparar sua aula logo no inicio da semana. Dessa forma, terá tempo para pensar e organizar as atividades. Lembrando, como já foi dito acima, que o perfil de seu aluno e o objetivo define as atividades e, consequentemente, todo planejamento.
  • Considere a importância desta aula e, a fim de sentir-se seguro e enriquecido pelo Espírito Santo, estude a lição buscando o auxilio do Senhor. Ore também pela salvação dos seus alunos, esse, na verdade, é o primeiro e mais importante objetivo a ser alcançado.
  • Para incentivar os alunos, de vez em quando modifique o ambiente onde ocorre a aula.
  • Como por exemplo, o professor pode criar um mural, um painel com o nome da classe para fixar na porta; um cartaz para felicitar os aniversariantes e um outro de boas vindas.
  • Prepare um varal com pregadores coloridos a fim de utilizá-los ao longo de suas aulas.

domingo, maio 30, 2010

ALERTA! ALERTA!

"RATIMBUM"

É uma palavra mágica usada pelos magos pérsias na Idade Média. Em rituais satânicos, elas eram pronunciadas assim e ao contrário fazendo o mestres dos magos surgir das cinzas e realizar os desejos de quem os proclamou.
Por muito tempo cantamos inocentemente um "parabéns" pra alguém que está aniversariando. Mas até aqui tudo bem. O que muitos não sabem é que depois da música vem um tal de ratimbum (isso significa: eu amaldiçoo você) muitos não sabem, mas os demônios se divertem em muitas festas até cristãs. Esse ratimbum é pronunciado até para os pastores e devemos tomar cuidado porque é essa mesma a finalidade do maligno.
Muitos não sabem porque acontecem tantas coisas misteriosas depois de uma simples festa de aniversário.
Existiu (existe) até certo tempo um programa infantil (e um filme) numa determinada emissora de TV (castelo ratimbum) que significa "castelo da maldição".
Como podemos cantar felicitando uma pessoa e depois amaldiçoa-la? Tomemos muito cuidado.

quinta-feira, março 25, 2010

AS DUAS PÁSCOA


1a- O Coelho Quando pensamos em páscoa lembramos logo de coelho da páscoa, todos os cartões de páscoa e os comerciais de Tv só falam nele.
1b- O Cordeiro Na primeira páscoa quando o povo de Israel saiu da escravidão do Egito, Deus mandou que matassem um cordeiro sem defeito e passassem o sangue deles nas portas para que ninguém de seu povo morresse naquela noite. A morte desse cordeiro e seu sangue derramado representava o que Cristo iria fazer mais tarde para nos salvar de nossos pecados- que foi exatamente o que aconteceu quando Jesus foi para Jerusalém comemorar a sua última páscoa...


2a- O Ovo de Páscoa.Quando chega a páscoa as lojas ficam cheias de ovos de chocolates e todo mundo compra, come e dá de presente para alguém.
2b- Pão e vinho.Mas quando Jesus se reuniu com seus amigos para comemorar sua última páscoa, Ele comeu o pão e bebeu vinho e disse que era assim que eles queriam que nós comemorássemos também, nos lembrando Dele e de seu sacrifício que estava para fazer por nós.


Aplicação 1:Você já aceitou Jesus, Deus quer que você comemore a páscoa lembrando que Jesus é a nossa páscoa.(1João 5:73).
3a- Feriado...Outra coisa que gostamos na páscoa é do feriado, do descanso, dormir até mais tarde...
3b- Jesus Orando...Mas Jesus não descansou naquela noite, Ele passou a noite orando, porque sabia o que iria acontecer naquele final de semana de Páscoa...


4a- Feliz Páscoa..Na páscoa as pessoas ligam, mandam cartões desejando feliz páscoa para todos, mais a maioria delas nem sabe o que quer dizer realmente...
4b- Coroa...A última páscoa de Jesus não foi uma "Feliz Páscoa". Naquela noite quando estava orando, Ele foi preso e levado para ser julgado, condenado e espancado. É que as pessoas que não acreditavam que Ele era o Filho de Deus que veio para nos livrar de nossos pecados, queriam matá-lo. Mas antes o maltrataram muito e até colocaram uma coroa de espinhos em sua cabeça, para que Ele sofresse mais ainda..


5a- Presente...Na páscoa nós sempre esperamos receber alguma coisa das pessoas que amamos: um bombom, uma cesta de chocolates, um cartão, presentes... E quando não ganhamos nada ficamos tristes..Aplicação 2:..Deus quer que você que já aceitou Jesus seja diferente, e comemore a páscoa mesmo que você não ganhe nenhum presente. Lembrando-se de Jesus e aproveitando a oportunidade para falar aos outros do verdadeiro sentido da páscoa, que é Jesus...
5b- Cruz..Na última páscoa Jesus quis nos dar o maior presente: Sua própria vida para nos salvar da morte eterna, que é o castigo dos nossos pecados. Da mesma forma que um cordeiro sem defeito precisava ser morto e seu sangue derramado para proteger o povo da morte, Jesus, o perfeito filho de Deus, foi morto na cruz e derramou o Seu sangue para nos dar vida eterna. E Ele fez isso por amor. (Romanos 5:8).


6a- Criança...Quando chega o Domingo de Páscoa, as pessoas já comeram tanto chocolates que estão meio enjoadas, algumas estão até mais gordinhas. Mesmo assim continuam vazias e tristes...
6b- Túmulo..Vazio Naquele Domingo de Páscoa, três dias depois que Jesus foi morto e sepultado, também havia algo vazio: Era o túmulo onde Ele havia sido sepultado. Quando algumas mulheres foram visitá-lo lá encontraram o túmulo vazio. Elas ficaram assustadas quando o anjo disse: " Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito" Toda tristeza daquela Páscoa se transformou em alegria quando os amigos de Jesus descobriram que Ele estava vivo. Você também pode ter essa alegria hoje se receber Jesus como seu salvador... (apelo).

quarta-feira, março 24, 2010

Idéias para a Páscoa

Todos esses modelinhos foram encontrados na net, copiei e fiz para servir de sugestão na reunião que dei para as minhas Líderes de Crianças, elas amaram e eu fiquei muito feliz em poder ajudá-las.


RECICLAGEM COM GARRAFA PET

SACOLA SURPRESA

RECICLAGEM COM CAIXA DE LEITE

TROUXINHA MENOR

TROUXINHA MAIOR

sexta-feira, fevereiro 19, 2010

ENSINANDO AS CRIANÇAS A ORAR

Objetivo: Ensinar suas crianças a orar com mais facilidade e naturaliade. Como orar? Que palavras utilizar?
Leitura Bíblica: Romanos 8:26-27
Você vai precisar de Bíblias para as crianças. Leiam em voz alta o texto de Romanos 8:26-27
Então peça às crianças que contem momentos em que tiveram dificuldades em saber como (ou o que) orar.
Divida o grupo em duplas.
Diga a elas que esta passagem nos ajuda a entender que nós sempre podemos orar, mesmo que não saibamos o que dizer. Peça então que cada uma diga a sua dupla alguma coisa que o está preocupando. Quem ouviu, então, coloca esta preocupação numa oração (pode ser apenas uma frase - ex.: se o primiro disse que tem uma prova difícil na escola, o segundo pode orar algo como "Querido Deus, ajude o João a entender o que ele está estudando, e lhe dê calma no momento da prova. Amém").
Depois invertem-se os papéis.
Quando as duplas terminaram de orar, pergunte como se sentiram, se acharam fácil orar assim, o que eles podem fazer quando estão inseguros sobre que palavras usar e como orar, etc..
Encerre com oração - cada um do grupo deve orar por alguma outra pessoa - pode ser do próprio grupo ou outros conhecidos, família, etc..
Você também pode pedir que cada um escreva seu nome e uma preocupação num papel. Depois as crianças sorteiam entre si os papéis e durante a semana devem orar pela pessoa e preocupação cujo nome está no papel.

fonte: escoladominical.net

O PODER DA CRIANÇA QUE ORA

Converso com Deus e ele me ouve.



Você sabia que pode conversar com Deus? Bom, você pode. Conversar com Deus é o mesmo que orar. Orar é comunicar-se com Deus. Deus adora quando você conversa com ele. E, seja qual for o momento ou onde você estiver, ele sem¬pre está esperando ouvir algo de você.

Deus diz que você pode se aproximar dele sempre que quiser. Não precisa ter um motivo especial, assim como não precisa ter um motivo especial para conversar com os ami¬gos. Você conversa com eles simplesmente porque gosta de¬les. Você também pode conversar com Deus como um amigo, e é por isso que ele é seu amigo. Deus diz que, se você o amar, ele o chamará de amigo. Você pode conversar com Deus só porque quer estar com seu amigo.
Pequeno trecho do livro O Poder da Criança que Ora (Stormie Omatian)

terça-feira, fevereiro 16, 2010

HISTÓRIA DO ZÉ CORAÇÃO

Este é o Zé Coração.
Vocês sabem por que ele tem esse nome?
É porque o seu rosto tem o formato de coração. Ele é um menino mal humorado, por isso, não tem amigos. (mostrar)


Ele tem olhos tristes (mostrar).
Seus olhos só vêem o defeito dos seus colegas. Ele não acha nada bonito.
Para ele, o mundo e a vida são horríveis. Ele não se alegra com nada. Qualquer coisa é motivo de choro.


Seus ouvidos são tristes (mostrar).
Ele só gosta de ouvir piadas picantes, indecentes, zombarias e palavrões.


Da sua boca, só saem palavrões, mentiras... (mostrar).
Ele fala mal de todos, põe defeito nos colegas... ele é malcriado, responde com desrespeito aos professores, às autoridades. Ele não respeita ninguém.


Seus pés, como todo o seu corpo, também é triste (mostrar). Eles vão a lugares que não agradam a Deus. Eles costumam ser usados para fazer os colegas tropeçarem e para praticarem coisas más.


E suas mãos? Delas também só sai tristeza. Zé as usa para roubar coisas de seus colegas, como lápis, dinheiro, caneta e borracha. Os professores já não sabem o que fazer com ele.
Embora já tenha sido expulso de várias aulas e já tenha freqüentado muitas escolas, Zé Coração não se corrigiu.


Um dia, apareceu em sua escola, um menino chamado Beto.
Beto era um menino feliz e ao contrário de Zé Coração, gostava de fazer amizades.
Por ser muito simpático, Beto logo conquistou a amizade de Zé. E, num instante, Beto já estava falando de Jesus e do amor de Deus para o Zé. Ele até mostrou um versículo na Bíblia, que dizia:
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que n’Ele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Beto mostrou a Zé Coração, que o amor de Deus por ele e por toda a humanidade havia sido tão grande, que Ele enviou Seu único filho, Jesus Cristo, para morrer numa cruz pelos nossos pecados, nossos erros. E aquele que crer no sacrifício de Jesus não apenas terá vida eterna, mas terá também uma vida com objetivos, uma vida mais feliz.

Zé Coração sentiu o amor de Deus por ele, reconheceu as coisas erradas que fazia, e ele resolveu entregar sua vida a Jesus Cristo, pedindo-lhe para mudar, totalmente, o seu modo de ser.
E Jesus ouviu o pedido de Zé, transformando sua vida. Agora, ele é um menino feliz. (mostrar)


Os seus olhos, agora, enxergam o mundo lindo que Deus criou. Zé, agora, sabe ver as qualidades dos outros (mostrar).


Ele também gosta de ouvir só coisas boas. Os seus ouvidos estão sempre alegres, agora (mostrar).


Os seus pés passaram a andar só em lugares que agradam a Deus. Eles também são alegres. (mostrar)


As suas mãos, agora, vivem dispostas a ajudar os outros. E ele já não tira mais nada dos outros. Suas mãos são alegres. (mostrar)


Quanto à sua boca, dela, hoje, só saem palavras agradáveis, de estímulo e companheirismo.


Hoje, todos notam a transformação que Jesus fez na vida de Zé. Seus colegas e professores tornaram-se seus amigos e Zé, passou a ter, agora, uma vida repleta de sentido, uma vida cheia de razão, feliz.

“Entregue sua vida a Jesus e tenha uma vida transformada, como a vida de Zé Coração.”

HISTÓRIA DO LIVRO SEM PALAVRAS



Trata-se de um livrinho colorido, no qual usamos como visual, para evangelizar as crianças. Você pode fazer um, usando papel cartão, verde, branco, vermelho, preto e amarelo ou dourado.

SUGESTÃO: Espalhe várias revistas, bíblias e livros, inclusive o livro sem palavras em uma mesa, ou vá a uma estante onde você os organizam. Comece a procurar por algo diferente para dar a sua aula. Você pode dizer: "Bom crianças vou procurar aqui um livro para a nossa aula de hoje, procure ... procure, até que você ache o livro sem palavras.

Tenho na minha mão um livro, que não tem palavras, nem figuras. Chama-se o livro sem palavras. Tem páginas coloridas, como pode ver, e estas páginas contam uma história maravilhosa. Quer ouvi-la?
Geralmente quando lemos um livro, começamos na frente, não é? Mas com este vamos começar com a ultima página para saber o fim da história. Minha história termina maravilhosamente no céu.

PÁGINA DOURADA
Esta página dourada nos fala do céu, não posso lhe da à certeza como é lindo o céu, mas há um versículo da palavra de DEUS que nos dá uma idéia. É Apocalipse 21:21 "e as doze portas, eram pérolas... A praça da cidade é de ouro puro". Mais do que isso, o céu é um lugar de alegria. Niguém fica doente no céu. Ninguém tem dor, nenhum sofrimento, nem tristeza. Melhor ainda ninguém morre! "E DEUS lhe enxugará toda sua lágrima dos seus olhos e morte já não existirá, Já não haverá luto, nem pranto, nem dor". (Apocalipse 21:4).
Somente DEUS poderia criar um lugar tão maravilhoso como este. Você sabia que DEUS o ama, Ele quer que você esteja lá no céu com ele para sempre? Quando o SENHOR!!! JESUS voltou para o céu depois de morrer na cruz e ressucitou, Ele disse que ia preparar um lugar para nós. E DEUS quer você com Ele lá no céu para ser feliz eternamente.

PÁGINA PRETA
Se a calçada na frente de sua casa fosse de ouro, quanto tempo a calçada ficaria ali? "OH", você dizia, "alguém roubaria". Mas não é pecado roubar? Certamente que é. E lá no céu... ninguém vai roubar o ouro da ruas. Absolutamente, porque pecado não entra no céu. "nela nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada... E mentira" (Apoc. 21:17) quer dizer que o pecado não poderá entrar no céu para estragá-lo.
Pense, estão: DEUS quer que cada um de nós vá para o céu, mas se há pecado em nossos corações, estes nos impede de entrar no céu. A página preta representa o pecado em nossos corações, o pecado que nunca entrará no céu. A palavra de DEUS nos diz: todos pecaram (Rm 3:23). Você também precisa dizer, "Eu Pequei".
Mas, escute... Deus tem boas novas para você! Ele tem um remédio que faz nos livrar dos pecados! Nós não podemos fazer nada para limpar os nossos pecados. Mas DEUS pode e o fará... se cremos no evangelho, que cristo morreu pelos nossos pecados segundo as escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as escrituras (I Cor 15:3-4).

PÁGINA VERMELHA
Esta página representa o precioso sangue de JESUS Cristo. A Bíblia nos ensina que “o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado” (I João 1:7) Não é maravilhoso saber que Deus não somente nos ama tanto que nos quer no céu, mas nos ama tanto que deu seu único Filho para ser nosso único salvador e para levar o castigo de nossos pecados? Quando o Senhor Jesus Cristo morreu na Cruz, DEUS pôs sobre ele os nossos pecados. Assim diz a palavra de DEUS: II Cor 5:21 “Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nEle fossemos feita justiça de DEUS”.
Depois que morreu em nosso lugar, Jesus foi sepultado e depois de três dias ressuscitou! Viveu novamente! Jesus esta vivo! E por que ele vive, pode vir morar em nossos corações ele diz: “eis que estou a porta e bato, se alguém (qualquer pessoa menino, menina papai e mamãe) ouvir a minha voz; e abrir a porta entrarei em sua casa" (Apoc 3:20). Quando convidamos o Senhor a entrar em nossos corações e ficar para nos salvar dos pecados, Ele entra e fica.

PÁGINA BRANCA
A página branca representa o coração limpo, que o Senhor Jesus já purificou. Sabe quão branco Ele faz o coração que o recebe? Tão branquinho como a neve ou algodão! A bíblia diz, “lava-me ficarei mais alvo que a neve” (Salmos 51:7 b). Você não gostaria de ter seu coração tão limpinho assim? Deus quer perdoar seus pecados e purificar seu coração, e assim Ele fará no momento que você receber Jesus como seu Salvador. Jesus já morreu no seu lugar; Ele quer ser seu Salvador, quer lhe dar vida eterna... No céu. Jesus está batendo à porta do seu coração. Você precisa abrir a porta e deixá-lo entrar. Quer fazer isto agora? Então, abaixe sua cabeça agora e peça ao Senhor que entre em seu coração. Peça para Ele ser seu Salvador. A salvação é um presente de Deus. Como é que fazemos ao receber um presente? Agradecemos, não é? Então diga agora mesmo a Deus: “muito obrigado por Jesus”. Agradeça porque Ele enviou o Senhor Jesus Cristo para morrer em seu lugar. Agradeça pois Ele agora salvou e perdoou seus pecados. Agradeça porque Ele lhe deu agora vida eterna.

PÁGINA VERDE
A página verde nos fala da nova vida que recebemos na hora de aceitar o Senhor como Salvador. Quais são as coisas verdes que existem na natureza? Sim, as ervas, as árvores, a grama e as plantas em geral. E todas as coisas que têm vida. Vamos ler mais um versículo da palavra de Deus, em João 3:36 “quem crê no Filho tem a vida eterna”. Você agora crê no Senhor Jesus como seu Salvador? Então este versículo fala de você. Diz que você tem o quê? Exatamente, vida eterna, o tipo de vida que precisamos ter para entrar no céu. Você não está contente de ter recebido Jesus como Salvador? E agora, esta nova vida precisa ser alimentada pela leitura da palavra de Deus (II Pedro 3:13), e pela oração. Assim você irá crescendo espiritualmente na vida cristã, agradando ao Senhor Jesus na sua vida diária e ganhando outros para Ele.

ATIVIDADES PARA O LIVRO SEM PALAVRAS:

1. Livrinho sem palavras: monte com as crianças

2. passeio na natureza: Mostre uma cor para as crianças, e elas terão que dizer uma criação correspondente aquela cor. ex: azul - céu; vermelho - flor; verde - grama... etc.

3.Recapitulando a história: Permita a participação das crianças, deixando-as manusear os visuais, contar a história, etc.

sábado, janeiro 30, 2010

BERÇÁRIO (Dicas)

Oi queridas, vocês que trabalham no berçário de sua igreja tenho certeza que aprendem muito com as crianças. Porque não existe uma formula pronta, é questão de dia a dia com cada criança.

A idade 0 a 3 anos, também precisa de nossa atenção.

O bom é dividi-las em grupos, com as maiores cantar, brincar no chão, e também trabalhar muito com o tato: usando tinta, massa, bolas... contar historia de três em três no máximo, pois se forem todos juntos elas se distraem, as histórias não podem ser só ilustradas, tem que ser algo prático, que elas vivenciem, sintam...

Já os bebês ... ah! Esses precisam de toda atenção e carinho. É legal pegá-los no colo e cantar olhando nos olhinhos deles, falar que ele(a) está na igreja e que você o ama, tocá-los falando as partes do corpinho e dizendo que foi Deus quem o fez. Sei que Deus vai te capacitar para isso, e você vai aprender muito com eles, talvez você estranhe pois você vai cantar e eles na maioria nem falam, só resmungam, mais vão aprendendo, vão dançar... Lembrei de um coisa bem legal, faça instrumentos musicais com potes de creme(de plástico) para que enquanto você cante eles toquem.

Que Deus te abençoe em seu ministério que é lindo. até a próxima! Tia Geise

FIM DAS FÉRIAS, NOVO RECOMEÇO

Oi gente estou de volta, fiquei um bom tempo de férias mas enfim acabou, estou de bagagem cheia agora é aguardar pra um novo recomeço, valeu mesmo pela espera.
Bjs da Tia Geise